ecommerce

Benchmarking

By Novembro 11, 2019 No Comments

Qual é o “benchmarking” da sua empresa?
Qual negócio inspira o seu negócio?
Há alguma marca que você considere a melhor das melhores?

No digital, temos a oportunidade de olhar dezenas de players com apenas alguns cliques. Transforme esta pequena ação em hábito.

Neste artigo vamos compartilhar algumas dicas de como fazer um bom benchmarking:

  • Faça uma lista das marcas que são referência para o seu negócio.
  • Visite os sites e veja se o tráfego é relevante. (há diversas ferramentas disponíveis para tal função)
  • Visite sempre sites de outros segmentos, outros e-commerces, outros serviços.
  • Explore o Similarweb, através dele você vai descobrir sites que nem conhecia.
  • Navegue (sempre) nas páginas dos seus concorrentes e das suas referências. Dos seus concorrentes para ver o que já estão fazendo e das suas referências para se inspirar.
  • Se a inspiração for puramente design, não deixe de acessar o Behance, é de longe uma das melhores fontes de inspiração e excelentes profissionais.
  • Veja o que as melhores empresas estão fazendo de novo.
  • Inscreva-se nas newsletters.
  • Explore o mundo online e físico. Não deixe de visitar a loja física caso eles tenham essa opção.
  • Por último, faça compras de teste.
  • Estar antenado é primordial nos dias de hoje.

No digital, é muito importante não olharmos somente para empresas do nosso segmento. É muito importante olhar para tudo que está acontecendo ao nosso redor.

A prática do benchmarking pode e deve ser feita em grandes ou pequenas empresas, do mesmo segmento ou de segmentos diferentes, empresa novas ou antigas, tecnológicas ou tradicionais.

Lembre-se:
Benchmarking é importantíssimo para que possamos acompanhar a evolução do mercado e entender o que as nossas referências nacionais e internacionais estão fazendo.

  • Fazer Benchmarking não é copiar.
  • Não se compare, use toda a sua pesquisa para evoluir o seu produto.
  • Em tempos de experiências incríveis proporcionadas pelas DNVBS, não se esqueça: Uma DNVB é uma DNVB. Uma indústria é uma indústria. Um varejista/retalhista é um varejista/retalhista. O foco é diferente; a capacidade de correr riscos é diferente, o knowhow é diferente; o investimento é completamente diferente.”

Photo by Austin Chan on Unsplash

Leave a Reply